É uma sociedade civil sem fins lucrativos que tem como objetivo orientar e informar os portadores da Doença de Parkinson bem como os cuidadores e familiares. O GRUPARKINSON nasceu do idealismo de alguns portadores e cuidadores que sentiram a necessidade de formar um grupo dirigido e orientado por eles mesmos, que sentem na pele suas dificuldades.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

CITY TOUR - ENCONTRO DE LAZER

Olá pessoal!
Vamos conhecer mais sobre o city tour que faremos no II Encontro Nacional de Lazer Gruparkison Bahia?

Vamos acordar cedinho para fazer o City Tour,


Tomar um delicioso café da manhã,

Nada de preguiça! Quem quiser aumentar a resistência, pode dar uma passada na academia do hotel.

Vamos começar nosso passeio a bordo de um confortável ônibus.

Nossa primeira parada será um dos mais lindos pontos turísticos de Salvador: o Farol da Barra.

Depois, iremos ao Centro Histórico conhecer a maravilhosa Igreja de São Francisco e seu visual interno incrível! É um passeio imperdível!

Depois, vamos admirar essa linda vista do Elevador Lacerda!

Iremos conhecer também mais da cultura e o artesanato local no Mercado Modelo, onde almoçaremos.

Aguardem até o mês de dezembro para conhecer o resto do nosso City Tour!!!!!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

PASSEIO EM PRAIA DO FORTE

Um dos passeios do II Encontro Nacional de Lazer Gruparkison Bahia é para a Praia do Forte! Vamos conhecer mais sobre o lugar?

Praia do Forte é uma praia baiana, localizada a cerca de 50 km de Salvador. Lá, todos os visitantes disfrutam belezas naturais aliadas a história local que fazem da Praia do Forte, um dos destinos mais procurados do litoral norte da Bahia.

Mais de 12 km de praias, várias piscinas naturais formadas por arrecifes ao longo da costa e os coqueiros como vegetação predominante, são um convite ao relaxamento.

 Mesmo com um clima calmo e paradisíaco, o vilarejo é repleto de atrações. Uma das principais é a sede do Projeto Tamar, organização voltada para preservação e estudo das tartarugas marinhas , onde é possível conhecer de grande parte das espécies e também participar das desovas das mães e nascimento dos filhotes.


Barzinhos e restaurantes fazem parte desse leque de atrações, oferecendo diversas opções tanto de bebidas e comidas, muitas delas a base de frutos-do-mar. Praia do Forte é parada obrigatória no verão dos baianos!













 

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Informativo



Conforme solicitação, devido a greve dos Correios, estou enviando o nº da conta para que seja efetuado o 1º pagamento do II Encontro de Lazer para aqueles que vão pagar em 6 vezes.
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

AG 1018

CONTA 2695-1
OPERAÇÃO 003 - GRUPARKINSON-BA
FAVOR MANDAR O COMPROVANTE POR E-MAIL, POIS OS DEPÓSITOS NÃO SÃO IDENTIFICADOS



domingo, 25 de setembro de 2011

II ENCONTRO NACIONAL PARKINSONIANO DE LAZER

"Conforme solicitação do companheiro Hugo, estou enviando o nº da conta para que seja efetuado o primeiro pagamento do encontro, para aqueles que vao pagar em 6 X, em vista dos correios estarem em greve

CAIXA ECONOMICA FEDERAL - AG 1018 CONTA -2695-1 -
OPERAÇÃO 003 - GRUPARKINSON-BA
FAVOR MANDAR O COMPROVANTE POR E-MAIL, POIS OS DEPOSITOS NAO SAO IDENTIFICADOS.
UM BOM FINAL DE SEMANA PARA VCS
ANA FLORENCE"

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

II Encontro Nacional de Lazer dos Parkinsonianos e Cuidadores

O II Encontro Nacional de Lazer dos Parkinsonianos e Cuidadores tem como objetivo principal o encontro e reencontro de parkinsonianos, cuidadores e familiares de todo o Brasil, quiçá do exterior.

Como disse nossa companheira Mônica, no I Encontro de Timóteo: “Sou feliz porque tenho Parkinson, pois se não o tivesse, não conheceria tanta gente maravilhosa, não teria tantos amigos, como tenho hoje.” Já, a nossa companheira Graça, do Gruparkinson/MG, disse no I Encontro de Lazer em Itaipava - RJ: “Não tenho Parkinson, mas ainda vou ter, para não sair do convívio de tanta gente maravilhosa e amiga, que encontro nos Congressos pelo Brasil afora.”

É isso mesmo! Os encontros, os congressos, os chats nos levam a pessoas que nunca encontraríamos se não tivéssemos o “inglês” conosco! Não teríamos a oportunidade de conhecer pessoas como: Samuel, Badu, Gervásio, Genário, Cézar, Paulo Mucuxi, Dalva, Regina
, Mônica, Iris, Renato, Doca, Marcilio e Ligia, Nemercio, Maria Celia, Elma, Moacir, Magno, Zilda, Cel. Pato, Cristine, Elma, Silvia e Douglas, Ângela, Paulo e esposa , Milton e Maria Candida, entre tantas outras, as quais, me desculpem por não citar aqui, mas que moram em nossos corações.

E assim, para a nossa felicidade, formamos a cada dia, a cada encontro, com cada uma dessas pessoas, a grande família ‘treme-treme’.

Vocês não podem imaginar a alegria de um reencontro e, aqui em Salvador, não será diferente! Estamos preparando um Encontro “apimentado” e com muito amor.

A BAHIA LHES ESPERA DE BRAÇOS ABERTOS. VOCÊ É PEÇA FUNDAMENTAL.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 3-05

Manhã

Manhã – transfer convidados aeroporto x hotel (feito pelo próprio hotel em micro ônibus que saem do aeroporto de 2 em 2 horas gratuito)

14:00 às 17h

A secretaria estará funcionando para os pré e novos inscritos

17h às 18:30h

Boas vindas do encontro

Apresentação das associações no auditório do hotel

20:00 – 23:00h

Luau no deck da piscina do hotel com jantar incluso – cantor voz e violão – traje havaiano

Dia 4-05

7:00H

Café da manhã

9:30h

City tour em ônibus ar condicionado com guia turístico – visita Farol da Barra, Igreja de São Francisco, Elevador Lacerda e Mercado Modelo

13:30h

Almoço livre no Mercado Modelo

15:30h

Ônibus retorna para o hotel

Tarde livre

21:00 – 00:00h

Baile a fantasia na Boite do hotel - jantar baiano incluso – traje típico

Dia 5-05

7:00h

Café da manhã

9:30h às 15:30h

Passeio na Praia do Forte em ônibus ar condicionado com guia turístico (almoço livre)

21:00h

Jantar de encerramento no deck da piscina (incluso) com animação de uma Drag Queen

Dia 6-05

A partir de 7:00h

Café da manhã

Transfer convidados aeroporto x hotel (feito pelo próprio hotel em micro ônibus que saem do aeroporto de 2 em 2 horas gratuito)


QUANTO CUSTARÁ A SUA ESTADA DE 03 DIAS NA BAHIA

Preço por pessoa: R$ 560,00 (quinhentos e sessenta reais) que pode ser parcelado em até 6 vezes através de boleto bancário sendo que o último pagamento não pode ultrapassar março de 2012.

Está incluso no preço:
• Taxa de inscrição
• 3 diárias no hotel Sol Bahia com café da manhã em apto duplo ou triplo
• 3 bailes com jantar e bebidas não alcoólicas
• City tour
• Passeio a Praia do Forte

OBS: Aos que quiserem chegar antes ou ir embora depois, o hotel disponibiliza o mesmo preço pago no encontro.

FICHA DE INSCRIÇÃO

Nome: ____________________________________________________________ CPF: ________________________________
RG: __________________________________
E-mail:__________________________________________________________
Endereço:________________________________________________________
Cidade: ___________________________UF: __________
CEP:_______________________
Telefone: ( ) ______________________________________________
Associação a qual pertence _______________________________________________
Portador ( ) Familiar ( ) Cuidador ( ) Outros ( ) ________________________________
Tipo de apto: duplo ( ) triplo( )
Data da chegada: _____/_____/______
Data do retorno: _____/_____/______


Site do Hotel: www.solexpress.com.br
Nosso e-mail: iiencontroba@gmail.com

Telefones: (71) 3487-2577 - Gruparkinson-Ba
(71) 8887-7415 (Ana Florence) / 71- 81316956 (Genário)








domingo, 7 de agosto de 2011

Ser Baiano....

Ser baiano é amar a Bahia !!!
É viver !!! Se jogar !!! Aproveitar essa terra abençoada por Natureza, mas que beleza !!! E em Fevereiro ???
Em Fevereiro teve o Carnaval....Ah !!! O Carnaval !!!

Ser baiano é ir atrás do trio... é curtir o que??? (é claro), Iveteeee e o Chicletão..
' Eu fui atrás do caminhão, fazer meu carnaval, e o carnaval é feito do coração...'¨

Ser baiano é...
Ser chamado de preguiçoso pelos turistas e sentir no tom de voz que eles morrem de inveja porque aqui tudo é mais perto....
Toda hora é cedo... e o trem das 11:00 passa também às 12:30... de modo que sempre dá pra tomar mais uma ...
E se lá é a terra da garoa, aqui é a terra da alegria, do sol, diversão!
E eu prefiro aqui!

É morrer de rir e fazer resenhas dos gringos tentando imitar as coreografias que fizeram sucesso no nosso verão (hehehe). Aquelas tentativas bizarras de nos imitar... rsrsrsrsrs....

Ser baiano é estar prestes a entrar no Bondinho do Pão de Açúcar lá no Rio de Janeiro ou em qualquer outro lugar e ser reconhecido (Vcs são baianos né ??!!).....Quem viveu lembrará !!! Onde estamos fazemos amigos, sabemos conversar, cantar, dançar, curtir, encantar e sorrir... hehehe ...Todos querem o Baiano !!! Modéstia à parte, somos bons de cama...

É soltar um oxe,oxe em qualquer lugar e achar massa !! É falar 'na moral, 'de fudê', 'êtaaa', 'falô',' to durmino', 'buzú', 'fazeno', 'Deus é mais!', 'bora armá os esquema', 'vixe', 'mainha', 'painho', 'oh retado', 'colé' , 'lá ele', 'brau'... ' vamo pro reggae'...

É chamar sua amiga de piriguete, seu amigo de corno, viado, relento, seu porra, e eles não se incomodarem e nem te matarem por isso.... hehe... é falar 'oh negão chega aí... bora Cumê água, véi!'

Ser baiano é marcar um compromisso (reg) pra 'de hoje a oito'...... Só baiano mesmo!!!!

Ver o Pôr-do-Sol do Farol... ....da Barra, do Humaitá, de Mar Grande...
Aaaahhh... de qualquer lugar... Pois aqui o sol se põe inteiro !!!
Em qualquer lugar dá pra vê-lo dormir sobre o mar...

Ser baiano é falar: "ô minha tia, me dê um acarajé aí na moral" !!!
É ir pro Pituaçu gritar "BORA BAHÊA, MINHA PORRA!!!"
E ir ao Barradão gritar"BORA VITÓRIA, CARNIÇA!!!!"
É ficar retado quando falam mal da gente...
Ser baiano é ser feliz, estar de bem com a vida, receptivo, disposto a ajudar.

É ser honesto e guerreiro, ser amigo, é ter consciência que Deus pegou o melhor das outras partes do mundo, encostou no mar, no lado de umas serras, cortou por uns rios... Misturou tudo... E FEZ ESSE LUGAR ÚNICO CHAMADO BAHIA.

Cá pra nós: ser baiano é massaaaaaaaaaaaaa !!!

domingo, 31 de julho de 2011

PARKINSONIANOS EM BRASILIA


Foram recebidos pelo Diretor de Políticas de Saúde e Segurança do Ministério da Previdência, Remigio Todeschini, em 28 de julho de 2011, uma comitiva de 14 representantes das Associações de Parkinson do Brasil entre elas São Paulo (Samuel Grossmann) Campinas (Omar Rodrigues) M. Gerais (Gervasio Pierre e Nixon Souza) Paraná (Jorge Magno e Francisco Carvalho) Rio de Janeiro (Carlos Nei). Santa Catarina (Maria Célia) Rio Grande do Sul( Ângela Gama) , Brasília ( cel. Pato , Aldo Paviani, Áurea Campelo e Ana Santos) e Bahia ( Genário Couto). \
Foi entregue ao representante do Ministério o documento com nossa reivindicação de proventos dos aposentados hoje, que só beneficia os aposentados por invalidez. Após a entrega do documento devidamente protocolado Samuel fez um breve relato sobre nossas necessidades. O Sr Remigio bombardeado com uma serie de colocações dos presentes inclusive quanto à falta de qualificação dos peritos para analisarem os PDP ‘
Ficou acertado que enviaremos um documento complementar expondo outro assunto abordado, principalmente pedir ao Exmo. Sr Ministro um assento no Conselho Nacional de Saúde. A reunião com o representante do Ministério durou cerca de 90 minutos. Consideramos que o passo foi dado, a luta é árdua mas não vamos desistir, Sugiro a todos os PK que entrem  com ação na Justiça  Federal, pequenas causas, pedindo o beneficio, considerando a negativa do INSS em conceder aquilo que consideramos justo. Não precisa de advogado.
Texto Genário Couto

terça-feira, 12 de julho de 2011

Evento sobre as Mulheres no Mundo Contemporâneo.

"Mês passado participei de um evento sobre as mulheres no mundo contemporâneo.

Era um bate-papo com uma platéia composta de umas 250 mulheres de todas as raças, credos e idades.

E por falar em idade, lá pelas tantas, fui questionada sobre a minha e, como não me envergonho dela, respondi.

Foi um momento inesquecível... A platéia inteira fez um 'oooohh' de descrédito.

Aí fiquei pensando: "Pô, estou neste auditório há quase uma hora exibindo minha inteligência, e a única coisa que provocou uma reação calorosa da mulherada foi o fato de eu não aparentar a idade que tenho?

Onde é que nós estamos?'

Onde, não sei, mas estamos correndo atrás de algo caquético chamado 'juventude eterna'.

Estão todos em busca da reversão do tempo.

Acho ótimo, porque decrepitude também não é meu sonho de consumo, mas cirurgias estéticas não dão conta desse assunto sozinhas.

Há um outro truque que faz com que continuemos a ser chamadas de senhoritas, mesmo em idade avançada.

A fonte da juventude chama-se 'mudança'.

De fato, quem é escravo da repetição está condenado a virar cadáver antes da hora.

A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas.

Eu pretendo morrer jovem aos 120 anos.

Mudança, o que vem a ser tal coisa?

Minha mãe recentemente mudou do apartamento enorme em que morou a vida toda para um bem menorzinho.

Teve que vender e doar mais da metade dos móveis e tranqueiras, que havia guardado e, mesmo tendo feito isso com certa dor, ao conquistar uma vida mais compacta e simplificada, rejuvenesceu.

Uma amiga casada há 38 anos cansou das galinhagens do marido e o mandou passear, sem temer ficar sozinha aos 65 anos.
Rejuvenesceu.

Uma outra cansou da pauleira urbana e trocou um baita emprego por um não tão bom, só que em Florianópolis, onde ela vai à praia sempre que tem sol.

Rejuvenesceu.

Toda mudança cobra um alto preço emocional.

Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza.

Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face.

Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna.

Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho.

Quem dá brilho ao olhar, é a vida que a gente optou por levar.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Dr.Nicolelis em Salvador...

Dr. Nicolelis esteve em Salvador e no salão Nobre da Reitoria da UFBA, que estava super lotado , lançou seu livro "Muito além do nosso eu" e fez uma explanação maravilhosa sobre seus experimentos científicos, em ratos, macacos; uma dedicação muito grande por Aurora,uma macaquinha que faz parte dos avanços nas experiências feitas por ele e seus companheiros. Nem uma vez falou na palavra Parkinson, porém ao atender aos nossos companheiros Ana de Hollanda, João Martins e João Luiz, que ávidos por saber alguma coisa que desse um pouco de esperança para nós ,parkinsonianos, respondeu que por mais um ano farão experiências com macacos, mas que logo logo depois desse ano, que para nós será muito longo, fará experiencias com humanos. Ficamos encantados com o Dr Nicolelis, que apesar de estar na lista dos 20 maiores cientistas do mundo, é de uma simplicidade impar, brincalhão e tirou boas risadas do publico que ao final o aplaudiu de pé.
Ana Florence

segunda-feira, 4 de julho de 2011

UM AVANÇO FASCINANTE

Este é o titulo da matéria (entrevista) publicada na revista VEJA , 06/7/11.
Realmente um avanço que enche de esperanças o PDP e outras patologias. Muita ESPERANÇA MESMO.
Uma nova terminologia , CELULAS TRONCO de PLURIPOTENCIA INDUZIDA(CEPI). O que é isso?
Quem explica na entrevista é o cientista americano Derrick Rossi que faz experiências na universidade de HARVARD-EUA.
Ele diz:
“Essas células conhecidas com IPS(Iinduced pluripotent stem cells) foram geradas inicialmente na universidade de KIOTO / Japao , em laboratórios pelo Professor Shinya Yamanaka, em 2007. A fase pluripotente é a fase inicial da vida da célula quando ela ainda tem capacidade de se diferenciar em qualquer um dos diversos tecidos d oeganismo humano, como acontece com as Celulas tronco embrionárias. Ë o feito mais senasconal que já vi em toda minha carreira “
Os estudos que envolvem as CEPIs trazem grandes esperanças aos portadores de Doença de Parkinson, Alzheimer e diabetes.
A primeira pergunta que faço é que todos portadores fazem: em quanto tempo será usada nos pacientes? Ele diz:
“Quando estamos na ultima fase de um estudo clinico, não é possivel dar prazos”
Será que é mais esperança que vamos ver escorregar pelos dedos?
Mais um alarme falso?
NÃO devemos esmorecer, devemos CRER que o dia cura chegará, pois as pesquisas continuam no mundo inteiro e devemos ter esperanças que venceremos essa batalha

domingo, 3 de julho de 2011

NICOLELIS EM SALVADOR !!!!

Dr. Miguel Nicolelis estará dia 05 de Julho,as 2oh, em Salvador, proferindo palestra e lançando seu livro "MUITO ALEM DO NOSSO EU".
O evento será no salão Nobre da Reitoria Da UFBA e organizado pela Pro Reitoria e Cafe Cientifico.

Essa é uma oportunidade que a comunidade parkinsoniana não pode perder e o Gruparkinson-Ba estará presente.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Dicionário de baianês

- você

culhuda - mentira

cumeno água - tomando cachaça

cacete armado - birosca

gaitadas - risada alta,gargalhada

nigrinhagem - baixaria,baixo astral

inticava - implicar,ficar de marcação

troncho - desarrumado, torto, sem equilíbrio

fuleiro - simples, algo com poucos recursos

madorna - soneca                                                 armengado - mal ajambrado

desassuntado - sem vergonha                               xuetando - falando

ripou - tocou fogo                                                 enganchado - preso

desmentiu - contundiu                                          caroara - tremedeira

espinhela caída - dor no peito                              retou - chateou

ô, mais tá! - ora essa!, veja só!                            estrompar - quebrar

sábado, 25 de junho de 2011

A ESPERANÇA VEM DO DR. NICOLELIS

A primeira conexão sem fio entre um cérebro vivo e uma máquina foi realizada com sucesso, e a descrição do feito já foi submetida para publicação numa revista científica internacional, revelou na quarta-feira (22) o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, da Universidade Duke (EUA).


O pesquisador abordou o novo trabalho em sua palestra no projeto Fronteiras do Pensamento, realizada na Sala São Paulo (região central da capital). O ciclo de palestras tem apoio da Folha.
Outro feito recente do pesquisador e seus colegas é a medição, pela primeira vez, da atividade elétrica de mil neurônios ao mesmo tempo.


Antes disso, o grupo tinha levado sua capacidade de medição ao limite de algumas centenas de células nervosas. Com a sofisticação das medidas e a facilidade de transmitir os dados cerebrais por uma conexão sem fio, o grupo de Nicolelis fica mais próximo de seu principal objetivo aplicado: fazer pessoas paralisadas voltarem a andar com a força do pensamento.
Nicolelis também mostrou o esquema do exoesqueleto cibernético que, segundo seu desejo, deverá vestir um adolescente brasileiro, tetraplégico, na abertura da Copa de 2014, quando ele daria o pontapé inicial.


Ao falar do plano, ainda distante da realidade, Nicolelis chorou, provocando longas palmas da plateia.
Ele ainda respondeu com bom humor a uma pergunta sobre a alma. "Para mim, que sou da Bela Vista, a alma está nos pés. Mas a essência do ser humano fica no cérebro."

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Causa da depressão pode não ser perda e frustração, mas a chegada de novo desejo, que é silenciado (CALLIGARIS – FOLHA SP )

                                      

UM JOVEM não sabe o que ele está a fim de fazer da vida, e os pais pedem que eu descubra qual é o desejo do filho, de modo que ele possa escolher o vestibular e a profissão que ele “realmente” gostaria.
Na mesma semana, encontro um adulto que acha que, de fato, nunca fez nada por desejo. Embora bem-sucedido, queixa-se de que suas escolhas (profissionais e amorosas) sempre teriam sido circunstanciais, efeitos de oportunidades encontradas ao longo do caminho. Ele pede, antes que seja tarde, que eu o ajude a descobrir qual é “realmente” o seu desejo.
Nos dois casos, o pressuposto é o mesmo: quem viver segundo seu desejo será, no mínimo, mais alegre. Esta é mesmo uma boa definição da alegria: a sensação de que nosso desejo está engajado no que estamos fazendo, ou seja, de que nossa vida não acontece por inércia e obrigação. Inversa e logicamente, muitos estimam dever sua (grande ou pequena) infelicidade ao fato de terem dirigido a vida por caminhos que – eles declaram – não eram exatamente os que eles queriam.
Pois bem, esse pressuposto e os pedidos que recebi se chocam com esta constatação: o “nosso desejo” nunca é UM desejo definido por UM objeto ou por UM projeto. Não existe, nem escrito lá no fundo escondido de nossa mente, UM querer definido, que poderíamos descobrir e, logo, praticar com afinco e satisfação porque estaríamos fazendo aquela coisa ou caçando aquele objeto aos quais éramos, por assim dizer, destinados. Nada disso: de uma certa forma, todos os objetos e os projetos se valem, e nenhum é “nosso” objeto ou projeto específico. Ou seja, nós desejamos sempre segundo as circunstâncias, os encontros, as oportunidades – segundo as tentações, se você preferir.
Somos volúveis? Nem tanto, pois cada objeto e projeto não substitui necessariamente o anterior. O que acontece é que desejar é uma atividade inventiva a jato contínuo.
Por consequência, mesmo quando estamos alegremente convencidos de estar fazendo o que queremos com nossa vida, nunca estamos ao abrigo do surgimento de desejos novos.
Claro, podemos aceitar esses desejos novos. Por exemplo, em “As Confissões de Schmidt” (que não é um grande filme), de A. Payne, com Jack Nicholson, o protagonista acorda de noite, olha para sua mulher de sei lá quantos anos e se pergunta estupefato: “Quem é esta mulher que dorme na minha cama?”. Logo, ele dá um rumo novo à sua vida, colocando o pé na estrada. Mas a expressão de seus novos desejos é fortemente facilitada por duas circunstâncias: providencialmente, o protagonista se aposenta e fica viúvo. Nessas condições, escutar novos desejos fica fácil, não é?
Agora, imaginemos alguém que esteja no meio de sua vida profissional e num bom momento de sua vida amorosa. Nesse caso, provavelmente, o novo desejo será silenciado, reprimido, menosprezado (”deixe para lá, é besteira”). Resultado: o indivíduo continuará declarando que está vivendo a vida que ele queria (e, em parte, será verdade); só que, de repente, sem entender por quê, ele perderá sua alegria.
Por que razão nosso indivíduo negligenciaria seus novos desejos? Simples: por serem novos, eles acarretam a ameaça de uma ruptura no presente: afetos e laços que poderiam ser perdidos, medo da solidão e preguiça dos esforços necessários para reinventar a vida.
Infelizmente, essa negligência tem um custo alto. Sempre entendi assim a “Metamorfose”, de Kafka: alguém acorda, e o que até então era uma vida normal e legal, de repente, aos seus olhos, é uma vida de barata.
Nota útil para a clínica da depressão. Às vezes, procuramos em vão as causas de uma depressão; será que houve lutos ou perdas? Nada disso; está tudo bem, trabalho, família, filhos e tal, mas o indivíduo entristece, volta a fumar e a beber como se quisesse encurtar a vida, engorda como se estivesse num mar de frustração e precisasse de gratificações alternativas.
Em muitas dessas vezes, a origem da depressão não é uma perda, nem propriamente uma frustração, mas a aparição de um desejo novo que não foi reconhecido. E os novos desejos, sobretudo quando são silenciados, desvalorizam a vida que estamos vivendo.

Moral da fábula:
1) Não existem vidas definitivamente resolvidas, pois novos desejos surgem sempre;
2) É bom reconhecer os novos desejos, mesmo que deixemos de realizá-los.

ccalligari@uol.com.br
Contardo Calligaris